17 de fevereiro de 2013

Percorrendo o tempo...

Nestas últimas semanas, tenho recordado alguns dos inúmeros locais por onde tenho fotografado em Portugal. Ao editar as imagens para o meu novo trabalho, tenho percorrido o tempo, os locais, as estações do ano e os espécimes, quer de fauna, quer de flora. Tem-me sabido bem rever inúmeras imagens e relembrar as situações em que foram feitas. Milhares de quilómetros, norte e sul, dias fora, horas de abrigo, calor, frio, chuva, neve ou nevoeiro, entre muitas outras situações. De facto o património natural de Portugal é diversificado e belo. Ficam algumas imagens efectuadas em algumas zonas húmidas, áreas onde fotografo regularmente.


O estuário do Sado ao final do dia com a sua luz de Inverno. › Digital, ISO 100  12 mm  f/4.5  1/144  tripé

Um pilrito-das-praias sacode-se na praia de Esposende. › Digital, ISO 200  600 mm  -0,33 ev  f/8  1/1250  tripé

Um peneireiro pousado numa manhã fria com chuva e nevoeiro na Ponta da Erva, estuário do Tejo.  › Digital, ISO 400  600 mm  f/8  1/250  beanbag  viatura

Um fuzelo caminha nas marges do estuário do Douro. › Digital, ISO 200  300 mm  -0,3 ev  f/4.5  1/1600  tripé

Um alfaiate alimenta-se numas salinas no estuário do Sado ao final do dia.  › Digital,  ISO 640    600 mm    f/8  1/1600  tripé


1 comentário:

cristiana silva disse...

Eu não sabia que existiam passarinhos com nomes tão engraçados e catitas. Gostei de ver as fotografias,eu te desejo uma excelente semana,mil e um beijinhos para ti,espero que sejas feliz.